Lula diz que não pode atrasar agenda porque iraniano tem horário para rezar

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

23 de novembro de 2009

Menos de uma hora antes de receber o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou que a agenda de ambos não poderia sofrer atrasos. Lula sinalizou que a rigidez do Islamismo deve ser prioridade à agenda política.

O islamismo determina cinco orações ao longo do dia e em período definidos – uma delas é próximo ao almoço e outra deve ser realizada no meio da tarde –, portando em meio à agenda o iraniano deve interromper os compromissos políticos para cumprir as obrigações religiosas.

“Estou com muita pressa, vou falar poucas palavras e sair correndo porque vou receber o presidente do Irã às 11h30 em ponto. Tem um horário para cumprir porque tem uma reza deles às 13h em ponto, então vamos cumprir a agenda de trabalho antes das 13h”, afirmou Lula.

O presidente brincou com a necessidade de cumprir rigorosamente a agenda política durante a evento da Polícia Federal, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) – onde atualmente Lula e seus assessores diretos despacham enquanto o Palácio do Planalto é reformado.

A agenda de Lula e Ahmadinejad começa com um encontro privado, seguido por assinatura de atos e declaração à imprensa. Os dois presidente então almoçam juntos e encerram o 3º Encontro Empresarial Brasil-Irã. A passagem por menos de 48 horas do iraniano ao Brasil já motivou inúmeras manifestações em todo país.

Aguardado no Palácio Itamaraty, Ahmadinejad deve ser recepcionado – do lado de fora do prédio – por cerca de 150 manifestantes, entre favoráveis e críticos as suas ideias. A segurança em torno do local é rigorosa e coordenada pela Polícia Militar do Distrito Federal.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati