Líderes do Japão e da China se encontram para melhorar a relação entre os dois países

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de abril de 2005

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O primeiro-ministro do Japão, Junichiro Koizumi encontrou-se com o presidente da China, Hu Jintao em Jacarta sábado, 23 de abril. O objetivo do encontro é melhorar as relações diplomáticas entre os dois países, que ficaram abaladas nas últimas semanas, devido a uma onda de protestos na China contra o Japão. Supõe-se que um livro didático japonês, que supostamente ameniza os supostos mal tratos de soldados japoneses contra chineses na época da guerra, está entre os fatores principais que ocasionaram a revolta chinesa.

O primeiro-ministro japonês Junichiro Koizumi durante um fórum em Jacarta, na sexta-feira, pediu desculpas aos chineses pelo comportamento dos soldados japoneses durante a guerra. O presidente chinês Hu Jintao, durante o encontro com o primeiro-ministro japonês disse que a China pretende continuar a manter laços de amizade com o Japão. O presidente Hu Jintao disse:"Apesar das atuais dificuldades entre China e Japão, a política da China de salvaguardar e desenvolver cooperação amistosa entre a China e o Japão permanece inalterada."

O presidente chinês criticou a posição japonesa em relação a Tawian: " Recentemente o Japão quebrou o seu próprio compromisso sobre questões históricas e a questão de Taiwan, profundamente prejudicando as sensações das pessoas chinesas e asiáticas."

O presidente da China também disse: "A reação forte do povo chinês e asiático é algo sobre o qual o Japão deve refletir profundamente."

O primeiro-ministro japonês disse:"Fomos capazes de confirmar na reunião que, antes de um criticar as faltas passadas do outro e agravar sentimentos antagônicos, devemos fazer esforços para desenvolver a amizade bilateral."

Ver também

Fontes