Jornalista russo multado por notícia falsa sobre COVID-19

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de julho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Em 16 de julho, o Tribunal do Distrito Industrial de Vladikavkaz impôs uma multa de 30 mil rublos ao jornalista local Alan Mamiev sob a acusação de disseminação de informações falsas sobre a COVID-19 (parte 9 do artigo 13.15 do Código de Infrações Administrativas). O próprio Mamiev anunciou isso no Facebook.

“Todos os argumentos do advogado, as opiniões de especialistas, funcionários e médicos que citaram que a COVID-19 não é um vírus natural, não foram levados em consideração”, escreveu Alan, que forneceu o link para seu vídeo causador do processo administrativo.

A polícia de toda a Rússia elabora relatórios, inicia processos criminais e proíbe a disseminação de "informações conscientemente falsas". Até 9 de junho, foram abertos 170 casos administrativos em 53 regiões e 42 casos criminais em 24 regiões do país.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com