Jornalista condenada a 6 meses de prisão na Venezuela

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

14 de abril de 2005

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A jornalista Patricia Poleo diretora do jornal El Nuevo País, foi condenada pelo tribunal da Venezuela a seis meses de prisão.

A jornalista, que é opositora do governo do presidente Hugo Chávez é acusada de difamação por causa da publicação de uma suposta foto com a legenda errada. A foto é do dia 27 de novembro de 1992, época do golpe contra o presidente Carlos Andrés Péres, e mostra um militar ajoelhado ao lado de um cadáver. O texto sob a fotografia diz que a pessoa ajoelhada é o atual ministro do Interior e da Justiça da Venezuela, senhor Jesse Chacón. Na ocasião Jesse Chacón era tenente e fazia parte das tropas que tentaram o golpe.

Outra jornalista opositora do governo, Ibéyise Pacheco, sob a acusação de difamação continuada contra o coronel Angel Alberto Bellorín, também teve a sentença de nove meses de prisão confirmada pelo tribunal de apelações venezuelano, em 18 de fevereiro.

Fontes