Joe Biden diz não estar inquieto com ensaio nuclear de Pyongyang mas que há que se preocupar com a varíola dos macacos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

22 de maio de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Agência VOA

Tóquio —  O Presidente americano afirmou não estar inquieto ante um eventual teste nuclear da Coreia do Norte durante a viagem que realiza desde sexta-feira, 20, à Ásia.

Entretanto, antes de partir da Coreia do Sul o Japão neste domingo, 22, Joe Biden reconheceu que os casos de varíola dos macacos é algo “com que se preocupar”, mas o conselheiro de segurança nacional, Jake Sullivan, garantiu que os Estados Unidos têm vacinas para combater a doença.

“É uma preocupação na medida em que, se se espalhasse, seria consequente”, afirmou Biden quando questionado por jornalistas na Base Aérea de Osan, na Coreia do Sul, onde visitou as tropas americanas antes de viajar para o Japão, segunda e última etapa da sua primeira viagem à Ásia como Presidente.

Ele acrescentou que não foi ainda informado sobre o “nível de exposição”.

Entretanto, a bordo do avião que levou Biden para Tóquio, o conselheiro de segurança nacional, Jake Sullivan, disse aos repórteres que os Estados Unidos têm um fornecimento de “vacina que é relevante para o tratamento da varíola dos macacos”. “Temos a vacina disponível para esse fim”, garantiu.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou hoje esperar que os casos de varíola dos macacos continuem a aparecer, uma doença que foi detectada nos últimos 10 dias em 12 países.

Até sábado, 21, segundo a OMS, foram confirmados 94 casos e 28 considerados suspeitos em 14 Estados que não são endêmicos para o vírus.

Ainda em Tóquio, questionado sobre informações de que a Coreia do Norte poderia lançar um míssil durante a visita que realiza à região, o Presidente Joe Biden disse estar preparado para tudo.

Pyongyang e Quad

“Estamos preparados para tudo o que a Coreia do Norte pode fazer", respondeu o Presidente, afirmando não estar inquieto, face a um eventual ensaio nuclear.

Quanto também foi-lhe perguntado se tinha uma mensagem para, Kim Jong Un, Biden limitou-se a dizer: “Bom dia. Ponto final”. No Japão, Joe Biden vai reunir-se com os líderes do Quad, uma plataforma integrada pela Coreia do Sul Japão, Austrália e Estados Unidos.

O Presidente americano vai lançar um novo e ambicioso projecto de cooperação regional destinado a promover o comércio e o investimento entre os EUA e os países da região, bem como a reforçar a resiliência das cadeias de abastecimento.

A iniciativa, no entanto, tem sido fortemente criticada por muitos sectores que consideram que ela pode levar a um enfrentamento com a China na região e em Tóquio Biden foi recebido com muitos protestos nas ruas.

Fonte