Israel: com 60% de sua população vacinada, governo libera uso de máscaras ao ar livre e reabertura de escolas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Com as novas infecções caindo semana após semana, o Ministério da Saúde de Israel, país que já vacinou completamente 60% de sua população-alvo (adultos acima de 18 anos) com a vacina contra covid-19 da Pfizer-BioNTech, anunciou ontem que o uso de máscaras não será mais obrigatório em espaços ao ar livre a partir de hoje, 18 de abril.

No entanto, se houver aglomeração, mesmo em espaços abertos o uso de máscara facial continua sendo obrigatório, assim como em espaços fechados.

O Ministério da Saúde lembrou a todos num comunicado que "devem levar máscara na hora de sair", para o caso de ser necessário usá-las.

Reabertura de escolas

As escolas também reabriram hoje, com as crianças e adolescentes podendo voltar à vida normal. O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu disse, ao visitar uma escola no bairro de Har Homa em Jerusalém, que era um dia para marcar a "retomada plena dos estudos".

Viagens internacionais

O país, devido a seu programa de vacinação bem-sucedido, é um dos poucos países que terá "bandeira verde" para entrada no Reino Unido, que pretende reabrir suas fronteiras para algumas nações em meados de maio.

Israel também reabrirá suas fronteiras, em 23 de maio próximo, mas apenas para cidadãos judeus que vivam no exterior e que tenham como comprovar sua completa imunização contra covid.

Vacinação bem-sucedida

Israel, em dados do Our World In Data, da Universidade de Oxford, aplicou até ontem 10,31 milhões de vacinas (veja aqui), o que representa 100% de sua população-alvo imunizada com ao menos uma dose e 61,7% de sua população (veja aqui) completamente vacinada.

Com a vacinação, o país está atingido sem patamar mais baixo de novas infecções desde junho de 2020 (veja aqui), tendo registrado, segundo o Worldometers, apenas 142 novas infecções ontem, 17 de abril. As mortes, no entanto, ontem chegaram a 16, porém durante esta semana, no dia 15 passado, apenas duas pessoas morreram de covid.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit