Instagram armazenou fotos excluídas e mensagens privadas por mais de um ano

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de agosto de 2020

Quando um usuário exclui algo do Instagram, ele espera que os dados sejam excluídos permanentemente, no entanto, como a prática tem mostrado, nem sempre é o caso.

O problema foi descoberto pelo pesquisador de segurança Saugat Pokharel quando ele buscou seus dados da rede social. Entre os dados, ele encontrou cópias de suas fotos e mensagens privadas, excluídas há mais de um ano, embora o Instagram garanta aos usuários que as informações excluídas são armazenadas em servidores por cerca de 90 dias e depois excluídas permanentemente.

O especialista contou ao Instagram sobre o problema em outubro do ano passado. De acordo com representantes da empresa, a causa foi um bug no sistema, que foi corrigido no início deste mês.

No momento, não está claro o quão disseminado o problema estava, se afetou todos os usuários do Instagram ou apenas um pequeno grupo. Anteriormente, os usuários do Twitter enfrentavam uma situação semelhante — em fevereiro do ano passado, soube-se que a empresa havia mantido mensagens privadas excluídas por anos.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com