Instagram anuncia fim do 'arrasta para cima' nos Stories

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de agosto de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Instagram anunciou nesta segunda-feira (23) o fim da função "arrastar e soltar" dos Stories, apenas para contas verificadas com mais de 10.000 seguidores.

Mas os usuários ainda podem anexar links para histórias. A diferença é que a partir do dia 30 de agosto, isso será feito no adesivo. Ao clicar no adesivo, o usuário será redirecionado para a página web anexada à imagem.

Esse recurso foi testado nas redes sociais por vários meses, e a principal mudança visual é que os adesivos podem ser adicionados em qualquer lugar da tela.

A 'figurinha de link' funciona assim como as outras, ou seja, oferecendo mais opções criativas às pessoas, incluindo a possibilidade de alternar para estilos diferentes, ser redimensionado e colocado em qualquer lugar do Stories

disse o Instagram em um comunicado.

Apenas pessoas com mais de 10.000 seguidores e contas verificadas podem usar a nova ferramenta. No entanto, em nota enviada à CNN Brasil, o Instagram afirmou que estão "avaliando se o acesso ao link será expandido para mais contas no futuro, levando em conta aspectos como integridade e segurança e como isso poderia impactar na disseminação de desinformação e spam".

Esta transição entre o link ‘deslizar para cima’ e a figurinha nos ajudará a determinar se é a decisão certa antes de expandir o acesso a mais pessoas

disse a rede social afirmando.
Fim de "arrastar para cima" no Instagram

Os adesivos de links têm sido especulados há algum tempo e, nos últimos meses, foram testados com usuários selecionados. Como essa função é quase igual à função "arrastar para cima", após o lançamento oficial do adesivo, o Instagram optou por manter apenas um.

Também há expectativas de que o adesivo seja postado para mais usuários, porque "arrastar para cima" está disponível apenas para contas verificadas ou contas com mais de 10.000 seguidores no Instagram. No entanto, a rede social disse que os novos recursos estão disponíveis apenas para usuários que já utilizaram os recursos antigos.

Fonte


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit