Hizbollah dispara foguetes contra cidades ao norte de Israel

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de julho de 2006

Na tarde de segunda-feira (24) cerca de 81 foguetes Katyusha disparados pela facção do Hizbollah atingiram as seguintes cidades ao norte de Israel: Akko, Carmiel, Nahariya, Maalot, Tibérias e arredores.

Houve poucos danos materiais e a maioria das pessoas que se machucou teve ferimentos de pequena gravidade.

Segundo a polícia da Galiléia, 28 foguetes caíram em Maalot pela manhã, outros 12 atingiram Nahariya, 6 em Akko, 5 em Carmiel, 4 em Safed e 2 em Rosh Pina e Hatzor Haglilit.

Uma casa em Carmile foi atingida por um dos foguetes mas houve poucos danos e ninguém ficou ferido. Cerca de 27 pessoas foram levadas para o hospital de Nahariya. Entre elas, duas se feriram mais gravemente, três sofreram ferimentos leves e o resto sofreu apenas trauma psicológico.

Em Kiryat Shmona, os bombeiros foram chamados para controlar vários incêndios provocados pelos ataques.

Moradores das Colinas de Golã foram advertidos para procurar proteção em abrigos contra bombas.

As autoridades recomendaram as pessoas que vivem perto da fronteira com o Líbano para saírem de suas casas e procurarem abrigo em outro lugar. Em Metula, representantes da comunidade foram de casa em casa alertar os moradores sobre o perigo.

No domingo (23), os ataques do Hizbollah feriram 93 israelenses e provocaram a morte de outros dois. Um deles, 60 anos, foi atingido enquanto guiava um automóvel, outro, 48 anos, foi morto enquanto trabalhava num subúrbio de Haifa.

Segundo o chefe das operações do Exército israelense, Gadi Eisenkot, a milícia do Hizbollah já disparou contra Israel aproximadamente 700 foguetes Katyusha desde quarta-feira passada.

Fontes