Guerrilheiro que matou Ríos diz que Chávez prometeu armas e dinheiro para as FARC

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

10 de março de 2008

O guerrilheiro desmobilizado "Rojas" que participou do assassinato do narcoguerrilheiro marxista Ívan Ríos disse que o Presidente da Venezuela Hugo Chávez prometeu enviar dinheiro e armas usadas para as FARC. "Rojas" também disse que a narcoguerrilha dificilment libertará Ingrid Betancourt.

O guerrilheiro contou para a Rádio Caracol que segundo as últimas informações que tinha o dinheiro não havia ainda sido entregue, mas que o líder das FARC Manuel Marulanda ("Tirofijo") estava contente mesmo assim. Em relação às armas, "Rojas" declarou: "Chávez ofereceu umas armas a Marulanda, e disse que não eram muito boas mas que para uma guerrilha aguentavam".

"Rojas" disse que as FARC pretendem manter cativos os três americanos sequestrados enquanto o líder das FARC "Simón Trinidad" estiver preso nos EUA. Além disso "Rojas" declarou que a parlamentar Ingrid Betancourt é muito rebelde e que não será libertada "nem que a vaca tussa"(equivalente a: ni por el verraco, em espanhol).


Ver também

Fontes