Greenpeace diz que seguirá barcos japoneses para denunciar caça a baleias

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de novembro de 2007

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A ONG ambientalista Greenpeace se propôs a seguir de bem perto os movimentos da frota baleeira japonesa para denunciar que os navios que saíram do porto de Shimonoseki realizarão "a maior caçada" desde que entrou em vigor a moratória à caça comercial há 20 anos. A organização disse que monitorará os navios via satélite.

Segundo a organização ecologista, os japoneses pretendem caçar este ano mais de mil baleias no Oceano Antártico, incluindo exemplares de Baleia Fin e jubartes, ambas em perigo de extinção.

O Greenpeace disse que colocará na sua página web cada etapa do movimento da frota japonesa em sua viagem ao sul, para que possa ser seguida por qualquer internauta. Além disso, disse que fará o possível de forma não violenta para "parar a caçada".

Fontes