Gigante chinesa da telefonia China Mobile demonstra interesse na Oi, diz presidente da Anatel

Agência Brasil

29 de novembro de 2017

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Quadros, mencionou hoje (29) que empresas de telecomunicações chinesas demonstraram interesse em investir na Oi, maior operadora de telefonia fixa do país e que passa por um tumultuado processo de recuperação judicial. Quadros disse que, em especial a China Mobile, manifestou interesse na Oi.

“Achamos que esse é um sinal de que a empresa tem valor, quando tem grandes interessados em entrar”, disse Quadros. A China Mobile é a maior empresa de telefonia do mundo em número de assinantes, com uma base de mais de 900 milhões de linhas.

A empresa chinesa abriu, em setembro, a sua primeira filial na cidade de São Paulo. O possível interesse vem a público pouco tempo depois de que outra gigante chinesa das comunicações, a China Telecom, ter se interessado da compra da Oi por R$ 20 bilhões.

Quem possivelmente daria aporte financeiro para a aquisição da Oi é o Banco de Desenvolvimento da China (BDC), um dos 55 mil credores da empresa. A Oi se encontra em processo de recuperação judicial e acumula dívidas de cerca de R$ 65 bilhões.

A Anatel determinou ontem a suspensão da celebração de qualquer acordo da Oi com credores referente ao Plano de Recuperação Judicial da empresa.

A decisão foi tomada após a empresa protocolar na agência reguladora o contrato de suporte ao plano recuperação judicial. Para a agência, que já havia manifestado restrição a pontos do plano, a proposta apresentada pelos controladores da Oi mantém “potencial ruinoso aos interesses da companhia e da coletividade”.

Notícias Relacionadas

Fontes