Gazprom diz que é impossível adquirir turbinas devido a sanções

6 de agosto de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A estatal russa Gazprom disse que as sanções impossibilitaram a aquisição das turbinas necessárias para continuar fornecendo gás para a Europa por meio de seu gasoduto Nordstream 1.

Em comunicado, a Gazprom disse: "A situação inconsistente em relação às políticas de sanções no Canadá, na União Europeia e no Reino Unido e as obrigações contratuais da Siemens, fabricante de turbinas, impossibilita a aquisição".

A declaração da Gazprom pode aumentar ainda mais as preocupações nos países europeus, que suspeitam que a Rússia esteja procurando desculpas para atrasar o retorno das turbinas e cortar ainda mais o fornecimento de gás, informou a AFP.

Mais cedo, o chanceler alemão Olaf Scholz alertou que deve-se esperar que a Gazprom não cumpra mais os contratos existentes em relação à aquisição de gás.

Recentemente, a Gazprom reduziu drasticamente o fornecimento de gás através do Northstream 1 devido a problemas técnicos com o mau funcionamento da turbina do gasoduto Northstream 1.

Fontes