Garoto que diz ter sido abusado sexualmente pelo ex-cunhado, junta amigos e o sequestra

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil • 10 de fevereiro de 2008

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

P.H.R., de 29 anos, conseguiu escapar na quinta-feira (07/02) de um cativeiro depois de ser sequestrado, torturado e mantido em cárcere desde terça-feira (05/02).

A fuga

A vítima conseguiu ser resgatada graças a denúncia anônima de que três indivíduos estavam sequestrando uma pessoa no Bom Pastor indo em direção a Eldorado. O informante falou sobre o carro e descreveu aa pessoas, e a polícia em patrulhamento, conseguiu identificar um dos culpados.

No mesmo momento outra equipe se encontrava com a vítima, que conseguiu escapar.

O cativeiro

Segundo a vítima, R.T.P., de 30 anos, conhecido como "Nardo", havia lhe espancado e mantido amarrado em cárcere privado durante toda a noite.

O cativeiro estava localizado na rua Ribeirão Bonito, 446. Na residencia foi localizado uma corda, fita adesiva e outros objetivos, além de muito sangue, indicando as agressões.

Os culpados

Um dos culpados foi identificado pela polícia em uma patrulha, e depois identificada pela vítima, que forneceu o nome dos outros dois culpados. Um deles, M.R.O., de 18 anos, foi identificado, sendo o terceiro ainda desconhecido.

Diante dos fatos, os autores R. T. P. e M. R. O., receberam voz de prisão pelos crimes de seqüestro e tortura, sendo recolhidos a Cadeia Pública.

Motivo do crime

Na delegacia, R.T.P. alegou ter cometido o crime porque a vítima havia abusado sexualmente do garoto.

Até o final do dia da prisão não havia sido constatado abuso sexual pelo menor.

Fontes