Furacão Irma segue perdendo força após atingir Cuba

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Agência Brasil

9 de setembro de 2017

Furacão Irma em 3 de setembro de 2017.

O Furacão Irma continua perdendo força hoje (9), após ter atingido, na noite de ontem (8) a costa norte de Cuba. Embora já enfraquecido, o furacão ainda é enquadrado na categoria 4, já que seus ventos passaram, nas últimas horas, de 250 para 215 quilômetros por hora, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

Às 8h (horário local, 9h de Brasília), o olho do furacão estava 135 quilômetros ao leste de Caibarién, em Cuba, e 440 ao sul-sudeste de Miami, e avançava a uma velocidade 19 quilômetros por hora na direção oeste. Segundo o último boletim do NHC, com sede em Miami, Irma pode girar para a direção noroeste no final do dia de hoje. Desta forma, o olho do furacão chegaria às ilhotas da Flórida no domingo de manhã e depois à costa sudoeste da península, no domingo à tarde. As autoridades do estado americano ordenaram ontem a saída de 5,6 milhões de pessoas da região. O governo local pediu que todos os colégios e universidades públicas utilizem sua estrutura para abrigar a população.

O Ministério de Situações de Emergência da Rússia ofereceu ajuda aos países caribenhos afetados pelo furacão. Irma, o furacão mais poderoso já registrado no Oceano Atlântico, deixou pelo menos 18 mortos em sua passagem pelas Pequenas Antilhas e Porto Rico e destruiu a ilha de Barbuda e a parte francesa de Saint Martin.


Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati