Funcionário no porão de avião da TAAG obriga a aterragem de emergência em Lisboa

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

1 de outubro de 2016

Um avião da Transportadora Aérea de Angola (TAAG) foi obrigado a aterrar de emergência no aeroporto de Lisboa (capital de Portugal), depois de saber que levava um funcionário da Portway esquecido no porão.

O Boeing 777 descolou na manhã deste Sábado do Aeroporto Sá Carneiro, no Porto, com destino a Luanda (capital da Angola) e já no ar foi-lhe comunicado que deveria aterrar de emergência porque a Portway tinha verificado a falta do seu funcionário.

A notícia, avançada pelos mais diversos meios de comunicação portugueses, relata que o funcionário que tratava da arrumação das bagagens do aparelho no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, se encontra bem e a recuperar no hospital Santa Maria, em Lisboa, depois de ter sido assistido pelos serviços de emergência da ANA, ainda na placa do Aeroporto Humberto Delgado.

De acordo com o canal de televisão SIC, o funcionário da Portway apresentava sinais de hipotermia quando foi encontrado, devido à baixa temperatura que se faz sentir no porão dos aviões durante os voos.

O avião da TAAG tinha descolado do Porto às 10h15 e deveria chegar a Luanda às 17h45.

A Portway já informou que abriu um inquérito ao caso.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati