Funcionário no porão de avião da TAAG obriga a aterragem de emergência em Lisboa

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

1 de outubro de 2016

Um avião da Transportadora Aérea de Angola (TAAG) foi obrigado a aterrar de emergência no aeroporto de Lisboa (capital de Portugal), depois de saber que levava um funcionário da Portway esquecido no porão.

O Boeing 777 descolou na manhã deste Sábado do Aeroporto Sá Carneiro, no Porto, com destino a Luanda (capital da Angola) e já no ar foi-lhe comunicado que deveria aterrar de emergência porque a Portway tinha verificado a falta do seu funcionário.

A notícia, avançada pelos mais diversos meios de comunicação portugueses, relata que o funcionário que tratava da arrumação das bagagens do aparelho no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, se encontra bem e a recuperar no hospital Santa Maria, em Lisboa, depois de ter sido assistido pelos serviços de emergência da ANA, ainda na placa do Aeroporto Humberto Delgado.

De acordo com o canal de televisão SIC, o funcionário da Portway apresentava sinais de hipotermia quando foi encontrado, devido à baixa temperatura que se faz sentir no porão dos aviões durante os voos.

O avião da TAAG tinha descolado do Porto às 10h15 e deveria chegar a Luanda às 17h45.

A Portway já informou que abriu um inquérito ao caso.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati