França tem onda de calor sem precedentes, com temperatura mais elevada para um mês de junho

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

16 de junho de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A França está em meio a uma onda de calor precoce e intensa, com as temperaturas batendo recordes para um mês de junho: hoje, por exemplo, fez 42,9°C em Biarritz "um recorde absoluto", segundo o portal La Chaîne Météo, no qual o meteorologista Gilles Matricon explicou que o evento é uma "cúpula de calor", quando o calor fica represado numa região - neste caso, uma depressão ao largo de Portugal faz com que o ar quente que vem do Marrocos seja impulsionado para a França, passando pela Espanha, onde também tem feito calor.

Recordes na França também foram registrados em Bordéus, Mont-de-Marsan, Angers, Le Mans, Rennes, Nantes e Auxerre, segundo o La Chaîne. Já a EFE reportou, conforme o Prensa Libre, que “mais de 150 populações ultrapassaram seus recordes absolutos de temperatura ou para o mês de junho.”

No entanto, há vários dias as temperaturas vêm ultrapassando a marca de 40°C: na quinta-feira passada fez 41,5°C em Argeliers (Aude) e 40°C em Saint-Jean-de-Minervois (Hérault). “Até agora, 40°C nunca havia sido alcançado antes do solstício de verão (21 de junho), fora da Córsega”, escreveu o meteorologista Guilherme Woznica no portal Ta Meteo, da Rede Meteored.

Espanha

Faz calor também em quase todo território espanhol e hoje na região de Aragon 10 localidades registraram temperaturas superiores a 40ºC, com um recorde de 42.6 ºC em La Almuniade Dª Godina (Zaragoza), segundo o Aemet.

Fontes