França: desmontagem de andaime na Catedral de Notre-Dame

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

9 de junho de 2020

Catedral Notre-Dame
Incêndio da catedral em 15 de abril de 2019

Esta fase da obra na Catedral de Notre-Dame, em Paris, era aguardada com muita expectativa. De acordo com o órgão público encarregado de restaurar o prédio, a última etapa da desmontagem dos andaimes começou na segunda-feira (8). Ele derreteu durante o incêndio há mais de um ano e é um verdadeiro desafio técnico removê-lo.

Erguido desde o início para permitir renovações no prédio, esse andaime era composto por 40 mil peças e uma massa de 200 toneladas que conseguiu resistir ao incêndio. No entanto, ele havia sido severamente distorcido pela temperatura. As peças também derreteram e foram soldadas, o que tornou sua desmontagem complexa.

No início da construção, a estrutura havia sido consolidada com vigas metálicas para evitar o colapso. Um segundo andaime também foi construído para permitir o acesso dos trabalhadores.

O órgão responsável pela restauração explica em um comunicado à imprensa: "Duas equipes alternadas de cinco técnicos descerão com cordas o mais próximo possível das peças queimadas para cortar os metais derretidos uns sobre os outros. Essas peças serão retiradas graças ao grande guindaste de 80 metros montado em dezembro de 2019".

Esta operação delicada é crucial, de acordo com o monsenhor Patrick Chauvet: "A grande dificuldade que resta é esse andaime que é soldado e que deve ser removido e recortado. Quando terminamos, podemos dizer que a catedral está 100% salva".

A obra na Catedral de Notre-Dame foi interrompida pela pandemia de COVID-19. Acabou de ser retomada há pouco mais de um mês, com o ambicioso objetivo de ser concluída até 2024.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com