Filipinas diz que CoronaVac da China é imprópria para profissionais de saúde

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Versão brasileira do CoronaVac, fabricado pelo Butantan

22 de fevereiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

As Filipinas aprovaram a vacina contra o coronavírus, da companhia biofarmacêutica chinesa Sinovac Biotech para uso de emergência, abrindo caminho para que o país receba seu primeiro carregamento de vacinas de 600.000 doses em alguns dias.

As injeções do desenvolvedor chinês podem ser eficazes para prevenir a Covid-19 e podem ser usadas para pessoas saudáveis com idades entre 18 e 59, disse Eric Domingo, chefe da Food and Drug Administration.

Não é recomendada para profissionais de saúde frequentemente expostos ao vírus devido à sua eficácia de 50,4% para este grupo, adicionou ele em uma entrevista hoje.

No Brasil a Sinovac Biotech desenvolveu em parceria com o Instituto Butantan a vacina com o nome de CoronaVac.

Fontes[editar]

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com