FBI oferece recompensa de US$ 10 mil por pistas sobre dono de site pornô

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

25 de setembro de 2020

O Federal Bureau of Investigation (FBI) anunciou esta semana que oferecerá uma recompensa de US$ 10.000 a qualquer pessoa que forneça informações que possam levar à prisão de Michael James Pratt. Este neozelandês é o fundador e administrador do GirlsDoPorn, um notório site pornográfico que esteve online entre 2009 e janeiro deste ano.

Polêmica, a página continha fotos e vídeos de atrizes amadoras. Essas vítimas foram forçadas a usar violência, fraude e coerção para registrar informações de adultos. As próprias vítimas realizaram uma série de investigações e denúncias. Pratt e seus "parceiros" anunciaram no Craiglist (uma famosa plataforma americana semelhante à OLX), recrutando mulheres jovens suspeitas de 30 minutos de sessões de fotos e vídeos de sexo.

As taxas oferecidas são tentadoras: de US$ 2.000 para fotos simples a US$ 6.000 para vídeos curtos. Uma vez em San Diego, Califórnia (cidade que abrigava o programa), as jovens enfrentam uma situação muito diferente, sendo obrigadas a realizar tarefas além do combinado sob ameaças físicas e psicológicas. Algumas gravações duraram até sete horas e havia um registro de um caso de estupro.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com