FARC infiltram guerrilheira em curso da Escola Superior de Guerra

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

14 de novembro de 2007

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) conseguiram infiltrar uma guerrilheira num curso da Escola Superior de Guerra na Colômbia.

Segundo as autoridades, Marilú Ramirez Baquero, pertence às FARC e freqüentou um curso da escola militar que permitia a participação de civis. Ramirez é ainda suspeita de ter participado de um atentado terrorista contra a própria Escola Superior de Guerra em 19 de outubro de 2006. As autoridades dizem que ela é uma importante integrante das FARC, pertencente à Rede Urbana Antonio Nariño das FARC de Bogotá.

O Presidente da Colômbia Álvaro Uribe chamou o acontecimento de "ousadia": "A Justiça acaba de prender uma senhora das FARC que infiltrou-se em nossa Força Pública e participu como estudante de um curso de formação de oficiais da reserva. Os terroristas tiveram essa ousadia, essa intrepidez".

Marilú Ramírez Baquero foi presa em 24 de outubro em Bogotá. Depois da prisão as autoridades descobriram com a suspeita um carnê usado durante o curso para preparação de generais da Escola Superior de Guerra.

Fontes