Fóssil desaparecido gera debate sobre ancestral humano mais antigo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

27 de novembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Há cerca de 7 milhões de anos, a capacidade de andar ereto era o que diferenciava os ancestrais dos hominídeos dos macacos. Em 2001, o primeiro fóssil de Sahelanthropus tchadensis, o apelido "Toumai", foi descoberto no Chade. Essa visão foi confirmada: uma análise preliminar mostrou que ele costuma caminhar em pé e tem características de macacos e humanos.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com