Ex-banqueiro Cacciola divide cela com outros presos que têm curso superior em Bangu 8

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

18 de julho de 2008

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O ex-banqueiro Salvatore Cacciola foi transferido na noite de ontem (17) para a Penitenciária Petrolino Werling de Oliveira, conhecida como Bangu 8, no Complexo Penitenciário do Gericinó, zona oeste do Rio de janeiro. Ele estava no presídio Ary Franco, em Água Santa, na zona norte da cidade, dividindo uma cela comum com outros presos.

A transferência foi autorizada pelo promotor Fabiano Rangel, da Vara de Execuções Penais. Segundo a Secretaria da Administração Penitenciária, Cacciola está em uma cela coletiva com outros presos que têm curso superior. O presídio tem 170 vagas, sendo que atualmente abriga 102 presos.

O ex-banqueiro chegou ontem ao Brasil, depois de ser extraditado do Principado de Mônaco, no sul da França, onde estava preso desde setembro do ano passado. Os advogados de Cacciola seguiram para Brasília ainda ontem para acompanhar os pedidos de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF).

Salvatore Cacciola foi condenado em 2005 a 13 anos de prisão, acusado de gestão fraudulenta e desvio de dinheiro público. Em 1999, para evitar a falência do Banco Marka, o Banco Central socorreu a instituição em uma operação que gerou prejuízo de R$ 1,5 bilhão aos cofres da União.


Ver também

Fontes