Exército da Síria rompe cerco que Estado Islâmico mantinha há 3 anos a base militar de Deir ez-Zor

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

5 de setembro de 2017

O Exército sírio chegou nesta terça-feira (5) à cidade de Deir ez-Zor, no nordeste do país, e rompeu o cerco que o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) mantinha há três anos a uma base militar controlada pelo governo, informaram fontes oficiais e ativistas à imprensa síria e reproduzida por diversas agências internacionais.

Após os combates com os jihadistas, as forças governamentais conseguiram abrir corredores para se comunicarem com a base da Brigada 137 do Exército, segundo informaram o Observatório Sírio de Direitos Humanos e a agência oficial SANA.

A ONG afirmou que o avanço das tropas leais ao governo da Síria aconteceu depois que os soldados terminaram de desativar minas e retirar artefatos explosivos do terreno que os separava do quartel.

De acordo com a agência Sana, os habitantes dos bairros controlados pelas forças governamentais comemoraram a chegada das tropas.

A ofensiva contra o EI na província de Deir ez-Zor, na sua maioria controlada pelos jihadistas, começou no sábado passado na província vizinha de Homs, com a cobertura da artilharia síria e da aviação.

Apesar do assédio do EI, presente na cidade desde inícios de 2015, o Exército sírio manteve o controle de vários bairros do noroeste e do aeroporto militar, situado ao sudeste, além do citado quartel. A província de Deir ez-Zor é o último grande reduto do EI na Síria.

Notícia Relacionada

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati