Especialista diz que Brasil não está preparado para enfrentar o terrorismo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

País é citado como palco de actuação de redes que financiam o terrorismo.

20 de fevereiro de 2015

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Brasil não foi convidado para participar na cimeira sobre o extremismo violento que terminou ontem, 19, aqui em Washington, mas analistas continuam a chamar a atenção pelo facto de, segundo eles, o Brasil não estar preparado para enfrentar esse fenómeno que marca a actualidade.

O país, no entanto, é recorrentemente citado como estando no centro de operações de redes que financiam este tipo de crimes.

Para Jorge Lasmar, coordenador do curso de relações internacionais da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas), que se encontra nos Estados Unidos a participar num seminário sobre o terrorismo, o Brasil não está livre deste problema global.

“O terrorismo não é apenas o ataque terrorista, mas é uma série de actividades de apoio ao terrorismo, como financiamento, recrutamento, etc., mas o Brasil não está livre disso”, explica Lasmar que também chama a atenção para a necessidade de se adaptar também o quadro legal a este fenómeno.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com