Saltar para o conteúdo

97 pessoas morrem em tumultos na Etiópia após assassinato de um cantor: diferenças entre revisões

O ficheiro HachaluHundessa2019.jpg teve de ser removido pois foi apagado no Commons por Ellywa: per c:Commons:Deletion requests/File:HachaluHundessa2019.jpg
[edição verificada][edição verificada]
(O ficheiro HachaluHundessa2019.jpg teve de ser removido pois foi apagado no Commons por Ellywa: per c:Commons:Deletion requests/File:HachaluHundessa2019.jpg)
 
{{data|4 de julho de 2020}}
{{Obituário}}
 
[[imagem:HachaluHundessa2019.jpg|thumb|230px|esquerda|Hachalu Hundessa]]
O assassinato do popular cantor e ativista {{w|oramas|oromo}}, Hachalu Hundessa, causou enorme indignação por parte de seus compatriotas e motins na capital da Etiópia e diversas outras áreas. 97 pessoas já foram mortas, incluindo quatro policiais.