Espanha poderá ser desclassificada na Eurovisão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

17 de maio de 2009

Madri, Espanha

A rede de televisão espanhola, Radiotelevisión Española (RTVE), está ameaçada indiretamente desclassificar uma participante na Eurovisão finalista na Operação Triunfo, Soraya Arnelas, de 26 anos, que já se encontra em Moscou (Brasil)/Moscovo (Portugal), Rússia, à espera da última rodada a ser realizada próximo sábado.

A última hora de indulto, a União Europeia/Européia de Radiodifusão (UER) permitiu a Espanha votar na segunda semifinal, em lugar da primeira, devido a um debate político televisionado. A RTVE realizou uma partida de tênis profissional de uma hora na noite de quinta-feira, o que atrasou a semifinal da Eurovisão, por que os telespectadores espanhóis não puderam votar a tempo para as canções favoritas.

Espanha, como um dos principais contribuintes monetários à UER, automaticamente classifica para a final, mas os espectadores espanhóis foi permitido votar em uma das semi-rodadas de finais, igual como outros países que classificaram automaticamente (o Reino Unido, França, Alemanha e a nação anfitriã Rússia).

Na Wikipédia há um artigo sobre Soraya Arnelas.

A demora da programação é uma violação das normas estabelecidas pelos organismos nacionais da radiodifusão da UER, a punição pode ir desde uma multa imposta para RTVE e a desclassificação completa da Espanha, que se espera que Soraya cante "La noche es para mi" ("A noite é para mim", em espanhol) no final de 16 de maio.

Não houve as declarações públicas apresentadas pela UER e RTVE; a UER prosseguiu com a conferência de imprensa prevista para os dez vencedores das semi-finais à noite de ontem.

Fontes