Em carta à FAO, papa critica especulação com preços de alimentos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de outubro de 2014

Vaticano

O papa Francisco criticou a especulação com os preços dos alimentos em nome do “deus lucro” e pediu aos produtores agrícolas que "modifiquem as regras da produção e comercialização", porque "as pessoas que têm fome não são números". Em carta ao diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), o brasileiro José Graziano, o papa questionou até quando se defenderão "sistemas de produção e de consumo que excluem a maior parte da população mundial, inclusive das migalhas que caem da mesa dos ricos? Chegou a hora de pensar e decidir a partir de cada pessoa e comunidade, e não com base na situação dos mercados", advertiu o pontífice na mensagem.

Papa Francisco

No Dia Mundial da Alimentação, comemorado ontem (16), ao se dirigir à organização da ONU, que tem sede em Roma, o papa disse que se assiste hoje "com impotência" e "indiferença" à destruição e ao desperdício de alimentos em um mundo em que 805 milhões de pessoas passam fome. "Aqueles que sofrem com a insegurança alimentar e a desnutrição são pessoas, e não números" e, portanto, estão "acima de qualquer cálculo ou projeto econômico", enfatizou Francisco na carta a Graziano.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati