EUA confirmam morte de dois reféns durante operação resgate no Iémen

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

6 de dezembro de 2014

Oriente Médio

Os Estados Unidos confirmaram hoje (6) a morte do repórter fotográfico americano Luke Somers, sequestrado pela rede terrorista Al Qaeda, durante operação de libertação no Iêmen. Na operação morreu também o refém sul-africano Pierre Korkie. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, condenou o "assassinato" de Luke Somers e do professor sul-africano Pierre Korkie. Em comunicado, Obama denunciou o “bárbaro assassinato” e transmitiu condolências às famílias e amigos dos dois reféns, que teriam sido mortos pelos sequestradores durante a operação de resgate feita por forças especiais dos Estados Unidos, em conjunto com autoridades iemenitas.

Obama garantiu que as mortes não vão deter as tentativas do seu governo para libertar os reféns americanos, e prometeu continuar a usar “todos os recursos militares, de informações e diplomáticos” para os resgatar. “Os terroristas que procuram causar danos aos nossos cidadãos vão sentir o longo braço da Justiça americana”, disse Obama.

Esta semana, Luke Somers apareceu em um vídeo, dizendo que corria perigo de vida e pedindo ajuda. Em outro vídeo, os sequestradores ameaçavam matar o americano de 33 anos, em cativeiro há mais de um ano, depois de ter sido sequestrado em Sanaa, a capital iemenita. Segundo a associação de caridade Gift of the Givers, que também negociava a libertação dos reféns, o professor sul-africano Pierre Korkie seria libertado amanhã (7), após mais de um ano em cativeiro. “Recebemos com tristeza a notícia de que Pierre foi morto na tentativa das forças especiais dos Estados Unidos de libertar reféns sequestrados no Iêmen”, disse a associação, em comunicado.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati