EUA buscam agilizar concessão de vistos a trabalhadores temporários na América Central e Haiti

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

5 de janeiro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) disse na terça-feira que está trabalhando para expandir o trabalho no processamento de vistos H-2B para aqueles que trabalham em trabalho temporário nos EUA.

"A USAID está expandindo o apoio ao processo H-2B na Guatemala, Honduras e El Salvador, construindo capacidades adicionais em ministérios nacionais responsáveis por conectar candidatos a empresas dos EUA", disse a USAID em comunicado.

A agência observa que em um momento em que o país "registra um número quase histórico de vagas", com milhões de trabalhadores deixando seus empregos, a concessão desse tipo de visto servirá "para aumentar as oportunidades de preenchimento de empregos temporários legalmente nos Estados Unidos, e servirá como apoio à recuperação econômica americana".

A declaração constitui apoio intergovernamental para a decisão do Departamento de Segurança Interna (DHS) em 20 de dezembro de oferecer 6.500 vistos temporários para trabalhadores não agrícolas para guatemaltecos, hondurenhos, salvadorenhos e também haitianos.

A medida está imbuída da política da administração democrata de estabelecer um sistema de imigração ordenado e seguro e, assim, combater as causas da imigração irregular, principalmente de países do chamado Triângulo Norte da América Central.

A atualização do programa de vistos H-2B, disse a USAID, permite que os trabalhadores busquem oportunidades econômicas legais nos EUA e retornem a seus países, o que "ajuda a reduzir a migração irregular para os Estados Unidos".

Um "bom plano" para a região

Apenas uma semana antes do anúncio da DHS, a embaixadora de El Salvador nos Estados Unidos, Milena Mayorgas, disse que seu governo mantém a colaboração com a USAID sobre o assunto, apesar das relações tensas com Washington.

"Estamos trabalhando em estreita colaboração com a USAID, sobretudo, na questão do recrutamento de empregos temporários de vistos H2A e H2B, agricultura e serviços, temos um bom plano com o Ministério das Relações Exteriores de que muitas pessoas têm se aproveitado disso e esperamos que mais salvadorenhos possam ser beneficiados com isso", disse o diplomata, em declarações coletadas pelo jornal digital Contrapunto.

Além disso, Mayorgas informou que, como parte de seu trabalho diplomático, visitará vários estados dos EUA em 2022 em busca de maiores investimentos no setor privado.

Fontes