EUA alertam sobre aumento da energia nuclear na China

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O chefe do Comando Estratégico dos Estados Unidos, almirante Charles Richard, alertou na segunda-feira que o aumento dos arsenais nucleares é o próximo item da "lista de tarefas" da China.

Falando a repórteres no Pentágono, Richard elogiou as forças armadas chineses: apenas nos últimos sete anos, Pequim construiu mais de 250 navios para a recém-criada Guarda Costeira. “Quando a China concebe algo, sua capacidade de realizá-lo é impressionante”, disse Richard.

No início deste mês, o Pentágono, em seu relatório sobre o poderio militar da China, afirmou que Pequim "pelo menos dobrará" o tamanho de seus estoques de ogivas nucleares na próxima década. Não houve reação do governo chinês.

Nos últimos 15 anos, a Marinha chinesa construiu 12 submarinos com propulsão nuclear, de acordo com um relatório anual divulgado em 1 de setembro.

“Temo que nós, como país, não compreendamos totalmente as ameaças que enfrentamos. A China agora tem a capacidade de ameaçar diretamente nosso país com um submarino de mísseis balísticos. Este é um momento decisivo”, disse Richard na segunda-feira.

Estima-se que a China tenha atualmente pouco mais de 200 ogivas. Entre elas estão ogivas que podem ser montadas em mísseis balísticos capazes de atingir os Estados Unidos. Pela primeira vez, o Pentágono nomeou um número específico de ogivas chinesas.

A Federação de Cientistas Americanos relata que existem aproximadamente 3.800 ogivas ativas no arsenal nuclear dos Estados Unidos. Isso ainda é muito mais do que a China.

Fontes

ru США предупредили о наращивании ядерного потенциала КитаяVOA, 15 de setembro de 2020

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com