Duas crianças menores de cinco anos morrem de fome a cada hora em Angola

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

9 de outubro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Duas crianças com menos de cinco anos morrem em Angola a cada hora devido à fome, de acordo com dados revelados num relatório da Direção Nacional de Saúde Pública (DNSP), sobre a desnutrição no país nos primeiros seis meses de 2020.

No total, 8.413 crianças morreram de um universo de 76.480 que deram entrada nos hospitais públicos do país.

O documento, a que o Novo Jornal teve acesso, indica que do total dos menores que procuraram hospitais, 11 por cento faleceram, 11 por cento abandonaram o tratamento, seis por cento não tiveram resposta ao tratamento e 72 por cento tiveram alta.

Além da falta de alimentos em vários lugares, há muito constada e denunciada por organizações da sociedade civil, ativistas, imprensa e os próprios cidadãos, as autoridades, segundo reconhece a propria DNSP, enfrentam constantes rupturas de stock de produtos terapêuticos nos centros de saúde, atraso constante na planificação e o número insuficiente de pessoal capacitado para trata a desnutrição aguda.

Fontes