Dois ataques em Damasco deixam ao menos 37 mortos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Agência Brasil

15 de março de 2017

Duas explosões sacudiram nesta quarta-feira (15) a capital da Síria, Damasco, deixando um saldo de dezenas de mortos. Hoje completaram seis anos as manifestações contra o presidente Bashar Al Assad que resultaram no sangrento conflito no país árabe. As informações são da Agência Telam.

O primeiro ataque, que deixou saldo de 30 mortos, segundo a polícia, e de 39, segundo ativistas, foi contra o Palácio da Justiça, no centro da capital síria. Um homem com uniforme militar, que portava uma metralhadora e uma granada, desobedeceu a uma ordem de parar, começou a correr e detonou uma carga explosiva que levava presa ao corpo, informou o chefe do Departamento de Polícia da capital, Mohamed Jeir Ismail.

Ele informou que o prédio, próximo ao famoso mercado de Hamidiye, o bazar do centro da cidade, estava "abarrotado de civis inocentes" no momento da explosão. A televisão oficial síria mostrou imagens do edifício, onde podiam ser vistos muitos destroços e manchas de sangue no chão e nas paredes. A agência oficial de notícias Sana informou que "vários civis" foram mortos e feridos no ataque.

O canal de TV estatal falou também de uma segunda explosão na zona de Al Rabwah, no noroeste da capital, sem informar sobre vítimas.


Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati