Dilma convida presidentes sul-americanos para encerramento da jornada

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil • 26 de julho de 2013

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Brasília – A presidenta Dilma Rousseff convidou os presidentes de todos os países da América do Sul para a missa de encerramento da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no próximo domingo (28). Até agora, três chefes de Estado sul-americanos confirmaram presença na cerimônia: os presidentes da Argentina, Cristina Kirchner, da Bolívia, Evo Morales, e do Suriname, Dési Astori, além do vice-presidente do Uruguai, Danilo Astori.

O convite de Dilma aos líderes sul-americanos foi feito há cerca de duas semanas.

A presidenta vai participar da missa, que também marcará a despedida pública do papa Francisco no Brasil. O papa, que chegou ao Brasil na tarde de segunda-feira (22), embarcará de volta ao Vaticano no começo da noite de domingo. O vice-presidente Michel Temer representará o governo brasileiro na cerimônia de despedida, na Base Aérea do Galeão.

A missa de encerramento da JMJ seria realizada no Campo da Fé (Campus Fidei), em Guaratiba, na zona norte do Rio, mas, por causa das chuvas que encharcaram o terreno, foi transferida para a Praia de Copacabana. Durante a missa, o papa Francisco vai anunciar a sede do próximo encontro mundial de jovens católicos.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit