Dezenas de civis morrem na Síria em confrontos com a polícia e o Exército

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de dezembro de 2011

Síria — Dezenas de pessoas, incluindo crianças, morreram hoje (17) durante confronto entre opositores do regime, o Exército e a polícia da Síria, informaram organizações oposicionistas e de direitos humanos.

Na região de Idleb, no Noroeste do país, três civis, incluindo duas crianças, foram mortas pelas forças de segurança que dispararam indiscriminadamente contra a população na aldeia de Kafarsajna. Um desertor e um civil foram mortos durante a entrada de mais de 150 tanques na região de Jabal Al Zaouia, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

A organização relatou que ações das forças de segurança na aldeia de Kafarchams, berço da revolta contra o regime do presidente Bashar Al Assad, fizeram seis mortos entre a população civil.

Na província central de Homs, onde mais pessoas perderam a vida, o observatório registou quatro civis mortos pela polícia e atiradores na aldeia de Qousseir.

Em Homs, quatro pessoas foram mortas a tiro e uma morreu torturada, acrescentou a organização.

O observatório registra um total de 21 mortos nos confrontos de hoje, mas os comitês de coordenação da oposição aumentam esse número para 34.

Violentos confrontos foram registrados em toda a Síria. A greve geral, iniciada em 11 de dezembro, continua em várias regiões.

Segundo estimativa das Nações Unidas, mais de 5 mil civis já morreram desde que começaram os protestos contra o regime de Bashar Al Assad em março passado.

Fontes


Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati