Dezenas de civis morrem na Síria em confrontos com a polícia e o Exército

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de dezembro de 2011

Síria — Dezenas de pessoas, incluindo crianças, morreram hoje (17) durante confronto entre opositores do regime, o Exército e a polícia da Síria, informaram organizações oposicionistas e de direitos humanos.

Na região de Idleb, no Noroeste do país, três civis, incluindo duas crianças, foram mortas pelas forças de segurança que dispararam indiscriminadamente contra a população na aldeia de Kafarsajna. Um desertor e um civil foram mortos durante a entrada de mais de 150 tanques na região de Jabal Al Zaouia, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

A organização relatou que ações das forças de segurança na aldeia de Kafarchams, berço da revolta contra o regime do presidente Bashar Al Assad, fizeram seis mortos entre a população civil.

Na província central de Homs, onde mais pessoas perderam a vida, o observatório registou quatro civis mortos pela polícia e atiradores na aldeia de Qousseir.

Em Homs, quatro pessoas foram mortas a tiro e uma morreu torturada, acrescentou a organização.

O observatório registra um total de 21 mortos nos confrontos de hoje, mas os comitês de coordenação da oposição aumentam esse número para 34.

Violentos confrontos foram registrados em toda a Síria. A greve geral, iniciada em 11 de dezembro, continua em várias regiões.

Segundo estimativa das Nações Unidas, mais de 5 mil civis já morreram desde que começaram os protestos contra o regime de Bashar Al Assad em março passado.

Fontes


Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati