David Starkey, historiador do Reino Unido, abandona Cambridge após comentários sobre escravidão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

5 de julho de 2020

David Starkey (1980)

O historiador britânico e apresentador de TV David Starkey renunciou à sua bolsa de estudos honorária em uma faculdade da Universidade de Cambridge depois da revolta por seus comentários sobre os negros e se a escravidão deveria ser considerada genocídio.

Starkey disse em uma entrevista para um programa do YouTube publicado na terça-feira: "A escravidão não foi genocídio, caso contrário não haveria tantos negros na África ou na Grã-Bretanha, haveria?"

"Muitos deles sobreviveram e, novamente, não faz sentido argumentar contra a globalização ou a civilização ocidental. Eles são todos produtos, todos nós somos produtos", acrescentou.

As declarações levaram Sajid Javid - um ex-ministro das Finanças e do Interior que falou sobre como seu pai paquistanês enfrentou discriminação depois de vir para a Grã-Bretanha - a chamar Starkey de racista.

"Somos a democracia multirracial mais bem-sucedida do mundo e temos muito do que nos orgulhar", twittou Javid na quinta-feira.

"Mas os comentários racistas de David Starkey ('tantos negros malditos') são um lembrete das visões assustadoras que ainda existem", citou Javid.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com