Dados do ISP confirmam aumento da violência no Rio no primeiro semestre de 2017

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Agência Brasil

30 de julho de 2017

Embora registrem queda em alguns tipos de ocorrência no mês de junho, os dados divulgados na sexta-feira (28) pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), órgão da Secretaria Estadual de Segurança, confirmam o expressivo aumento no número de crimes no Rio de Janeiro ao longo do primeiro semestre do ano, em comparação ao mesmo período de 2016. Os casos de Homicídio doloso passaram de 2472 para 2723, registrando um crescimento de 10,2%, os de latrocínio (roubo seguido de morte) aumentaram 21,2% (de 114 para 138 ocorrências) e os de homicídios decorrentes de oposição à intervenção policial tiveram um incremento ainda maior, de 45.3%, subindo de 400 para 581 casos.

Os números, baseados nos registros de ocorrência lavrados nas delegacias policiais de todo o estado, levam em conta as erradas até o mês de março, período afetado pela greve na Polícia Civil. Outros aumentos expressivos no primeiro semestre de 2017 foram os de roubos de veículos – 40,2%, passando de 19633 para 27534 casos – e de roubo de celular , que subiram de 8.686 para 11.030 ocorrências. Os dados referentes especificamente ao mês de junho apontam uma queda nas vítimas de latrocínio, um total de 18, sete a menos em relação ao mesmo período do ano anterior e o menor registrado este ano. Com relação aos casos de homicídio doloso, foram registradas 389 vítimas em junho, um aumento de 4,2 % em relação ao mesmo mês do ano passado, mas 35 vítimas na comparação com o mês de maio deste ano.

De acordo com os dados divulgados nesta sexta-feira (28), as cinco Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP) correspondentes a 10 municípios da Região Metropolitana do Rio e a 15 bairros da zona norte da capital mais afastados do Centro registram, somadas, 36,5% das vítimas de homicídio doloso no estado. Por outro lado, as duas AISPs que abrangem 15 municípios das regiões Norte e Noroeste do estado não registraram homicídios dolosos no mês de junho.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati