Cristina Kirchner recebe alta, mas terá que cancelar viagem à cúpula do G20

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

Argentina • 9 de novembro de 2014

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A presidenta da Argentina, Cristina Kirchner, recebeu alta na tarde de hoje (9). A dirigente estava internada em um hospital de Buenos Aires há uma semana, onde tentava se recuperar de um quadro de sigmoidite, uma infecção intestinal.

No comunicado, os médicos da Unidade Médica Presidencial informaram "o bom desempenho” do tratamento, mas acrescentaram que a presidenta terá que continuar "com antibióticos, dieta especial, repouso e controle evolutivo na residência presidencial de Olivos".

Os médicos Marcelo Ballesteros e Daniel Fernández, que autorizaram a alta, ainda recomendaram a suspensão de viagens pelo período de dez dias, o que levará ao cancelamento da viagem à Austrália, onde ocorrerá a reunião da cúpula do G20 na próxima semana na cidade de Brisbane.

Cristina Kirchner já teve que adiar o encontro com a presidenta chilena, Michelle Bachelet, que estava previsto para o último dia 4. Essa é a terceira vez em oito meses que a líder argentina, de 61 anos, é obrigada a suspender as atividades profissionais por problemas de saúde.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit