Cristiano Ronaldo admitiu ser homossexual, diz o órgão oficial da Rússia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pictograma representando o futebol
Outras notícias sobre futebol
Logo da «Российской газеты» (Rossiyskaya Gazeta)
Cristiano Ronaldo.

21 de novembro de 2016

O órgão oficial da Federação Russa, jornal governo do russo, "Rossiyskaya Gazeta" informou na sexta-feira, 21, que o atacante internacional da "Real, o português Cristiano Ronaldo admitiu ter orientação sexual.

O dono das três "bolas de Ouro", quatro "Bota de Ouro" o melhor jogador da história do futebol português, Cristiano Ronaldo fez acidentalmente a sair. Adiante Real Madrid e da equipa nacional de Portugal, admitiu ser gay com muito dinheiro.

O incidente ocorreu durante um jogo Real-Atlético.

No campo de futebol numa linha entre Madrid com o meia Koke.

Koke rudemente chamou Ronaldo gay, ao que ele respondeu:

Sim, eu sou gay, mas tenho muito dinheiro e você [é um] bastardo.

Vale a pena notar que a partida do sábado terminou com o resultado em 3-0 a favor do "Real". Ronaldo marcou os três golos. Aos 31 anos de idade, o português tem oito gols em nove partidas da atual Liga.

A media já tinha citado anteriormente sobre a vida pessoal do Português. A imprensa europeia em 2015 relatou as suas viagens regulares para o Marrocos, onde se encontrou com o seu amigo, o kickboxer Badr Hari.

Recorde-se que no período de cinco anos (de 2010 em 2015) Ronaldo esteve junto com modelo russa Irina Shayk (ela é originária da região de Chelyabinsk). O futebolístico tem o filho de seis anos de idade, que deu à luz a uma mãe de aluguel.

Na semana passada, o tribunal negou ativistas LGBT de Moscou, Nikolai Alexeyev em uma parada gay em Kaliningrado.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati