Covid-19 já é uma das 10 principais causas de morte em crianças nos Estados Unidos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de novembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A covid-19 já é uma das 10 principais causas de morte em crianças nos Estados Unidos, reportaram os professores e pediatras Jeffrey S. Gerber e Paul A. Offit, que também é especialista em vacinas, no portal Science Magazine na semana passada. Segundo a reportagem, cerca de 700 crianças já morreram no país, sendo que 1/3 delas não tinham qualquer doença pré-existente. De acordo com a publicação também, milhares de crianças foram hospitalizadas em todo país de março de 2020 para cá, muitas delas necessitando de internação em UTI.

“Não se engane: covid-19 é uma doença infantil”, alertaram os autores do texto, enfatizando que nos últimos meses as crianças passaram a representar mais de 25% do total de infectados - no início da pandemia eram 3% - e que, ao menos, 6 milhões de estadunidenses menores de 12 anos já foram infectados. Só em outubro, eram cerca de 100.000 novas infecções por Sars-Cov-2 em crianças por semana, escreveram os autores da matéria.

Crianças que não forem vacinadas serão infectadas

Gerber e Offit alertam que sem vacinação, é provável que quase todas as pessoas - incluindo crianças pequenas - sejam infectadas pelo Sars-Cov-2 em algum momento de suas vidas. Ambos mostraram preocupação com a taxa de 42 a 66% de pais que não querem vacinar seus filhos por acreditarem que os imunizantes não foram suficientemente testados na faixa etária abaixo dos 12 anos.

Segundo os professores, os pais têm especialmente medo de que seus filhos desenvolvam miocardite, mas ambos disseram que esta reação adversa foi rara na faixa etária entre 12 a 15 até agora e que deverá ser ainda menos prevalente nos menores de 12 anos, que receberão 1/3 de uma vacina de mRNA da Pfizer. Eles também enfatizaram que nenhuma criança morreu nos Estados Unidos até agora devido às vacinas.

Fontes

en COVID-19 vaccines for children — Science, 18 de novembro de 2021.


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit