Covid-19: por que a vacina de Oxford-AstraZeneca é agora a candidata que pode virar o jogo?

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de novembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A Universidade de Oxford divulgou dados iniciais da sua vacina contra COVID-19 desenvolvida em parceria com a AstraZeneca. Administrada em duas doses, apresentou 70,4% de eficácia geral.

Para o pesquisador Andrew Pollard os resultados como "intrigantes". Nenhuma das pessoas vacinadas apresentaram sintomas graves após a vacinação, resultados muito positivos.

Outro fator importante na preferência do uso dessa vacina é sua fácil conservação utilizando até mesmo geladeiras domésticas, tornando-se mais acessível para países menos desenvolvidos.

A vacina de Oxford também possui um custo menor (cerca de US$ 4,00) do que as desenvolvidas pela Pfizer e Moderna — US$ 20,00 e US$ 33,00, respectivamente. A AstraZeneca fez uma “promessa de que não obteria lucro”.

Notícia Relacionada

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit