Covid-19: mais de 10 milhões de pessoas recebem a primeira dose da vacina no Reino Unido

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

4 de fevereiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Mais de 10 milhões de pessoas no Reino Unido receberam sua primeira dose da vacina covid-19, um marco significativo para o maior programa de vacinação da história britânica.

Os números de ontem mostram que o NHS vacinou um total de 10.021.471 milhões de pessoas entre 8 de dezembro de 2020 e 2 de fevereiro de 2021, incluindo 9 em cada 10 pessoas com 75 anos ou mais na Inglaterra.

Isso equivale a vacinar a capacidade total de 111 estádios de Wembley em apenas 8 semanas e é um passo importante para atingir a meta do primeiro-ministro, Boris Johson, de oferecer vacinas aos 4 principais grupos prioritários até meados de fevereiro.

Esses 4 grupos principais são responsáveis ​​por 88% das mortes de covid, razão pela qual as vacinas terão um papel crucial em salvar vidas e reduzir a demanda no SNS.

O Secretário de Saúde, Matt Hancock, disse: "esta conquista extraordinária é a prova do esforço monumental dos trabalhadores do NHS, voluntários e forças armadas que trabalharam incansavelmente em todos os cantos do Reino Unido. Cada injeção nos deixa um pouco mais seguros e quero agradecer a todos por fazerem a sua parte".

O programa de vacinação continua a se expandir, com milhares de centros de vacinação estandos abertos, em farmácias, hospitais e centros de vacinação, a fim de oferecer fácil acesso aos grupos autorizados a ser vacinarem.

O Reino Unido foi o primeiro país/território a começar a vacinação em larga escala, tendo aprovado inicialmente o uso emergencial da vacina da Pfizer.

Segundo o Our World In Data, com esta quatidade de doses aplicada, o Reino Unido já vacinou 15.5% de sua população com ao menos uma dose de vacina covid-19. Para alcançar a imunidade de rebanho contra o Sars-Cov-2, no entanto, alguns cientistas afirmam que será preciso vacinar cerca de 75% da população.

Notícias Relacionadas

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit