Covid-19: Anvisa autoriza dois estudos clínicos, um com 3ª dose da vacina da AstraZeneca e outro com a proxalutamida

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de julho de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A Anvisa autorizou ontem, 19 de julho, dois novos estudos clínicos no âmbito da covid-19, um deles para testar a eficácia de uma terceira dose da vacina da AstraZeneca e o outro para testar o medicamento proxalutamida.

Da testagem da vacina, que prevê a aplicação de uma terceira dose entre 11 e 13 meses após a segunda dose, participarão cerca de 10 mil pessoas que já fizeram parte do estudo inicial, que testou duas doses do imunizante com um intervalo de quatro semanas.

No outro estudo, sobre a proxalutamida, será testada a capacidade do medicamento de reduzir a infecção viral causada pelo Sars-Cov-2 e a diminuição do processo inflamatório provocado pela covid-19 em cerca de 50 pacientes com sintomas leves ou moderados.

Segundo a Agência, os dois estudos são de "fase III, controlados, randomizados, simples-cego, ou seja, em que só o voluntário não saberá o que tomou: se uma dose da vacina ou de placebo".

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit