Covid-19: Maranhão terá direito de comprar vacina Sputnik V se Anvisa não se manifestar, decide STF

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

13 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A Anvisa informou hoje à tarde que a decisão liminar do Ministro do STF Ricardo Lewandowski, cujo extrato foi publicado hoje, mantém o prazo de 30 dias para manifestação da Agência Nacional a partir de 29 de março, nos termos da lei número 14.124 de 2021, no que se refere à importação em caráter excepcional da vacina Sputnik V por parte do Governo do Estado do Maranhão.

Caso ultrapassado o prazo, sem manifestação da Anvisa, fica o governo do Estado autorizado a importar e distribuir o imunizante.

Inspeção às fábricas russas é adiada

Ontem, a Agência anunciou que, a pedido do Fundo Soberano Russo, a inspeção agendada pela Anvisa nas duas fábricas da vacina Sputnik V teve sua agenda alterada.

A inspeção marcada inicialmente para os dias 15 a 21/04 na empresa JSC Generium será realizada de 19 a 23/04, acontecendo, assim, no mesmo período da visita na empresa UfaVita.

Com esse realinhamento, as duas equipes de especialistas da Anvisa sairão do Brasil juntas e as inspeções ocorrerão concomitantemente.

A nova data da viagem ainda será confirmada após a emissão das passagens.

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit