Covid-19: ECDC reclassifica linhages BA.4 e BA.5 da Ômicron para "de preocupação"

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

13 de maio 2022

link=mailto:?subject=Covid-19:%20ECDC%20reclassifica%20linhages%20BA.4%20e%20BA.5%20da%20Ômicron%20para%20"de%20preocupação"%20–%20Wikinotícias&body=Covid-19:%20ECDC%20reclassifica%20linhages%20BA.4%20e%20BA.5%20da%20Ômicron%20para%20"de%20preocupação":%0Ahttps://pt.wikinews.org/wiki/Covid-19:_ECDC_reclassifica_linhages_BA.4_e_BA.5_da_%C3%94micron_para_%22de_preocupa%C3%A7%C3%A3o%22%0A%0ADe%20Wikinotícias Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
link=mailto:?subject=Covid-19:%20ECDC%20reclassifica%20linhages%20BA.4%20e%20BA.5%20da%20Ômicron%20para%20"de%20preocupação"%20–%20Wikinotícias&body=Covid-19:%20ECDC%20reclassifica%20linhages%20BA.4%20e%20BA.5%20da%20Ômicron%20para%20"de%20preocupação":%0Ahttps://pt.wikinews.org/wiki/Covid-19:_ECDC_reclassifica_linhages_BA.4_e_BA.5_da_%C3%94micron_para_%22de_preocupa%C3%A7%C3%A3o%22%0A%0ADe%20Wikinotícias Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O ECDC (European Centre for Disease Prevention and Control) anunciou hoje que reclassificou as sublinhagens BA.4 e BA.5 da variante Ômicron do Sars-Cov-2 de "variantes de interesse" para "variantes de preocupação". Segundo o órgão, apenas em Portugal a BA.5 já representa ~37% dos casos positivos registrados na última semana e até o final deste mês ela deverá ser a variante dominante no país, enquanto a duas variantes devem se tornar dominantes em toda Europa dentro de alguns meses.

De acordo com o Centro, não é esperado que a infecção causada por estas variantes seja mais grave do que a causada pelas linhagens que já circulam, mas o alertou que as linhagens conseguem se evadir da proteção dos anticorpos de pessoas que tiveram covid-19 previamente ou que tomaram uma vacina contra a doença, com testes sorológicos in vitro de pessoas vacinadas mostrando que os vacinados têm uma proteção maior.

O ECDC também enfatizou que a presença dessas variantes pode causar um aumento geral significativo nos casos de covid-19 nas próximas semanas e que os países devem ficar atentos aos sinais de emergência da circulação da BA.4 e BA.5.

Dois milhões de mortes confirmadas na Europa

No que a OMS-Europa chamou de "um marco sombrio", ontem o Velho Continente ultrapassou 2 milhões de mortes por covid-19. "A covid-19 continua a nos lembrar que o Sars-Cov-2 ainda é um vírus assassino", enfatizou a Organização em seu portal.

Notícias Relacionadas[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]