Covid-19: Brasil registra média móvel de mortes menor de 1.300 pela primeira vez desde março

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

12 de julho de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Brasil registrou ontem uma média móvel de 1.295,857 (1.296, em número redondo) mortes por covid-19, a menor cifra desde o início de março. Segundo o Poder 360, é o menor número desde 02 de março passado.

É também a primeira vez desde o início de março que este número é menor que 1.300. Ontem esta média era de 1.329.

Em dados do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde), 595 novos óbitos foram reportados de ontem para hoje, enquanto novas 20.937 contaminações foram registradas.

Novos casos em queda ou estabilidade

Nos últimos 16 dias o país também não registrou nenhum dia com mais de 70 mi novos casos, o que não acontecia desde o início de março passado - mais especificamente, a secretarias estaduais reportaram ao Ministério da Saúde ~71.700 novas contaminações em 03 de março, segundo o painel do SUS Analítico (aqui).

O maior número recente de novas contaminações diárias foi registrado no dia 07 passado: 65.165.

O dado pode indicar que a vacinação em massa está começando a fazer um efeito maior sobre os números da pandemia no Brasil mas, segundo o último Boletim da Fiocruz, “ainda não se pode afirmar que essa tendência é sustentada, isto é, que vai ser mantida ao longo das próximas semanas”.

A média móvel

A média móvel geralmente refere-se às mortes por covid registradas nos últimos sete dias. Ela pode também ser calculada para outros períodos, como no caso da média móvel de 14 dias, adotada pelo Ministério da Saúde no painel do SUS Analítico.

Ela é móvel porque a cada dia, para fazer a média do período de 7 ou 14 dias, o dado do dia mais recente é adicionado, enquanto a cifra de óbitos mais antiga é retirada.

Notícia Relacionada

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit