Confirmado 1º caso de reinfecção pelo novo coronavírus nos Estados Unidos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Infecção do COVID-19. Imagem meramente ilustrativa.

29 de agosto de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Um homem de 25 anos, morador da cidade de Reno, em Nevada (Estados Unidos) é o primeiro caso comprovadamente de reinfecção pelo novo coronavírus nos EUA.

Pesquisadores do Laboratório de Saúde Pública do Estado de Nevada (NSPHL) analisaram o caso do paciente que contraiu a doença em abril, desenvolvendo a forma branda da covid-19. Porém, em maio, voltou a testar positivo para a doença – dessa vez, porém, apresentou um quadro muito mais grave.

Publicado em um servidor de artigos em pré-impressão (ou seja, não revisado por pares) da revista The Lancet, o estudo se baseou no sequenciamento dos genomas das amostras de vírus do paciente coletadas em abril e junho, "exibindo discordância genética significativa entre os dois casos, o que implica que o paciente foi reinfectado".

Ocorrência da reinfecção

De acordo com o artigo, que ainda deve ser revisado por outros especialistas, o homem teve a primeira infecção em abril, quando apresentou sintomas brandos como dor de garganta, diarreia, tosse. Os sintomas brandos como dor de garganta, diarreia, tosse. Os sintomas sumiram durante o período de isolamento.  Em maio, ele ficou doente mais uma vez, com um quadro mais severo, que incluía dor de cabeça e falta de ar.

De acordo com os pesquisadores, os dois coronavírus que causaram infecções no rapaz são geneticamente distintos, o que poderia ser uma pista para compreender a possibilidade de reinfecção da doença. Os especialistas, no entanto, afirmam que é possível que eventos como esse sejam raros.

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit