Colapso de um arranha-céu mata 30 bombeiros em Teerã.

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

19 de janeiro de 2017

Um arranha-céu em chamas desabou na quinta-feira em Teerã, matando pelo menos 30 bombeiros e ferindo cerca de 75 pessoas, informou a mídia estatal.

O desastre atingiu o edifício Plasco, uma estrutura icônica no centro de Teerã, ao norte do extenso bazar da capital.

A imprensa estatal iraniana Press TV anunciou a morte dos bombeiros, sem fornecer a fonte da informação. A televisão local iraniana informou que 30 civis ficaram feridos no desastre, enquanto a agência estatal IRNA disse que outros 45 bombeiros ficaram feridos.

Os bombeiros tentaram controlar o incêndio por várias horas antes do colapso. A polícia tentou impedir que os comerciantes e outras pessoas entrassem no prédio para recolher seus objetos de valor. O edifício desabou em questão de segundos, mostrado ao vivo na televisão estatal.

O edifício de 17 andares, que data do início dos anos 60 e inclui um centro comercial, foi um dos primeiros altos edifícios construídos na capital iraniana.

Imagens dramáticas mostravam chamas nos pisos superiores antes dele desmoronar.

"Nós tínhamos advertido repetidamente os gerentes sobre a falta de segurança do edifício", disse o porta-voz da brigada de incêndio Jalal Malekias, acrescentando que não tinha extintores de incêndio no predio. "Mesmo nas escadas, eram armazenada caixas de roupa e isso é contra as normas de segurança. "Os gerentes não prestaram atenção aos avisos", disse ele.


Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati