Carlos Jordy: deputado brasileiro iniciou campanha de difamação virtual direcionada a Felipe Neto

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil • 11 de setembro de 2019

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O deputado Carlos Jordy do Partido Social Liberal (PSL-Rj) foi o primeiro a publicar uma notícia falsa (fake news) sobre o youtuber Felipe Neto. O evento foi investigado pelo cientista de dados Fábio Malini, da Universidade Federal do Espírito Santo.

O deputado acusou Felipe Neto novamente, sem base em suas afirmações: "O Felipe Neto gosta de aparecer. Todos sabemos que ele defende tudo que há de pior, mas se meter na educação moral dos filhos das pessoas é uma afronta que não pode passar batido. Se ele quer lacrar, então vamos fazer com que todos os pais que não concordam com esse desrespeito dele saibam do que ele leva para seus filhos. Quem lacra não lucra!"

Em entrevista à Revista Época, Felipe Neto disse: "O deputado Carlos Jordy está respondendo na Justiça por criação de informação mentirosa a meu respeito e já foi obrigado judicialmente a apagar. Não tenho interesse em rebater alguém tão pequeno em alma e caráter. O que tenho a tratar com ele será na Justiça".

Em abril de 2019, o deputado foi condenado judicialmente a apagar uma declarção em rede social que vinculava falsamente Felipe Neto com o Massacre de Suzano.

Ver também

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit