Cacciola será transferido ainda hoje para presídio de segurança máxima no Rio

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

17 de julho de 2008

O ex-banqueiro e ex-dono do Banco Marka, Salvatore Cacciola, deve ser transferido ainda hoje (17) para o presídio de segurança máxima Bangu 8, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na zona oeste da cidade. Cacciola foi extraditado para o Brasil e chegou na madrugada de hoje ao Rio de janeiro, vindo da França

Ele passou primeiro pela Superintendência da Polícia Federal, na Praça Mauá, e depois foi levado para o Presídio Ary Franco, em Água Santa, na zona norte da cidade, onde divide cela com outros presos.

A transferência de Cacciola para Bangu 8 foi acertada em reunião de seus advogados com o subsecretário de Administração Penitenciária do estado, Francisco Rocha. O presídio Bangu 8 é destinado a presos com nível superior e as celas são individuais.

Os advogados Carlos Eluf, Guilherme Eluf e Allan Bousso embarcam daqui a pouco para Brasília, para acompanhar de perto o andamento dos pedidos de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça e também no Supremo Tribunal Federal.

“Estamos indo para Brasília para acompanhar o nosso pedido de habeas corpus. São três ou quatro no STJ e um no STF”, disse Carlos Eluf. Segundo o advogado, os pedidos de habeas corpus foram protocolados na segunda-feira (14).

Salvatore Cacciola foi condenado em 2005 a 13 anos de prisão, acusado de gestão fraudulenta e desvio de dinheiro público. Em 1999, para evitar a falência do Banco Marka, o Banco Central socorreu a instituição em uma operação que gerou prejuízo de R$ 1,5 bilhão aos cofres da União.


Ver também

Fontes